VISUALIZAÇÕES

10 outubro 2015

Li e recomendo: "Monteiro Lobato em quadrinhos: fábulas", adaptação de Miguel Mendes.
















SINOPSE

No Sítio do Picapau Amarelo estão todos reunidos em volta de Dona Benta: Pedrinho, Narizinho, Emília e o Visconde. Claro, nem é preciso muito esforço para adivinhar ela está contando histórias, e dessa vez lê um livro de fábulas, aqueles contos nos quais os animais aparecem como protagonistas, e que sempre trazem uma boa lição. Assim começa o livro que traz a turma criada por Monteiro Lobato no formato de quadrinhos, com os desenhos de Miguel Mendes.

A história começa com a fábula “A Cigarra e a Formiga”, esta com dois finais diferentes, um deles proposto pela Narizinho (no qual tudo termina bem) e outro pela Emília (e aí a coisa é diferente). Depois, vem o conto do homem que queria reformar a natureza, trocando as frutas de lugar... e olha que a boneca de pano concorda com tudo! Tem a história do velho e do menino que vão até a cidade vender uma mulinha, mas ouvem demais a opinião dos outros pelo caminho e acabam se atrapalhando. E seguem os ratinhos que queriam colocar um guizo no gato, o galo e a raposa, o lobo e o cordeiro... Uma série de fábulas contadas de maneira curta, direta e com desenhos que as crianças adoram; sempre com a intervenção esperta dos personagens do Sítio. A boa Tia Nastácia e o rinoceronte Quindim também vão entrar nessa diversão.

Para que as boas histórias não acabem nunca, é preciso que elas sejam recontadas com imaginação e com frescor. E é isto que os pequenos leitores encontram nesta versão. Pais, tios e avós que cresceram ouvindo a sabedoria e a graça dessas narrativas milenares, agora têm a oportunidade de compartilhá-las com suas crianças, num raro momento de intimidade. E aí é possível verificar como o encantamento dos livros resiste até mesmo ao mundo virtual , mas que às vezes deixa tão pouco tempo para o convívio familiar...


https://store.kobobooks.com/pt-br/ebook/monteiro-lobato-em-quadrinhos-fabulas



("Monteiro Lobato em quadrinhos: fábulas", adaptação de Miguel Mendes.)