VISUALIZAÇÕES

14 outubro 2015

Li e recomendo: "Toda Mafalda", de Quino.

















Sobre o produto

Coleção com tiras de histórias em quadrinhos da personagem Mafalda. Ela é uma criança contestadora da década de 60, fazendo um papel de heroína enraivecida com o mundo tal como ele é.

Descrição


'Mafalda não é apenas um novo personagem das histórias em quadrinhos: é o personagem dos anos sessenta. Se para defini-la usamos o adjetivo 'Contestadora' não foi para seguirmos a qualquer preço a moda do anticonformismo: Mafalda é realmente uma heroína 'enraivecida' que recusa o mundo tal como ele é. 

Na verdade, Mafalda tem idéias confusas em questão de política. Não consegue entender o que acontece no Vietnã, não sabe por que existem pobres, desconfia do Estado mas tem receio dos chineses. De uma coisa ela tem certeza: não está satisfeita.

À sua volta, uma pequena corte de personagens mais 'unidimensionais': Monolito, o menino plenamente integrado num capitalismo de bairro; Filipe, o sonhador tranqüilo; Susanita, perdida em sonhos pequeno-burgueses. E, depois, os pais de Mafalda, resignados, vencidos pelo tremendo destino que fez deles os guardiões da Contestadora. 

Já que nossos filhos vão se tornar, por escolha nossa, outras tantas Mafaldas, será prudente tratarmos Mafalda com o respeito que merece um personagem real.' 

'Mafalda não é apenas um novo personagem das histórias em quadrinhos: é o personagem dos anos sessenta. Se para defini-la usamos o adjetivo 'Contestadora' não foi para seguirmos a qualquer preço a moda do anticonformismo: Mafalda é realmente uma heroína 'enraivecida' que recusa o mundo tal como ele é.