VISUALIZAÇÕES

27 outubro 2015

Li e recomendo: "O Pequeno Príncipe", de Antoine de Saint-Exupéry (tradução de Ferreira Gullar).



SINOPSE
Esta nova edição do Pequeno príncipe, de Antoine de Saint-Exupéry, está totalmente em conformidade com a original americana, a única feita com o autor ainda vivo, em 1943.



Saint-Exupéry, exilado nos Estados Unidos de 1941 a 1943 e impossibilitado de manter um relacionamento mais próximo com seu editor parisiense, confiou à editora nova-iorquina Reynal & Hitchcock o sonho de publicar as duas primeiras edições da obra, uma em francês e outra em inglês, ambas reproduzindo as célebres aquarelas. Somente três anos mais tarde, em 30 de novembro de 1945, saía da gráfica a primeira edição do Pequeno príncipe na França, pela Librairie Gallimard.


Comparando-se as duas edições americanas de 1943 com a edição póstuma francesa de 1945, verificamos diferenças significativas na reprodução dos desenhos de Saint-Exupéry. Por que tantas variações? Como o gráfico francês não dispunha dos desenhos originais do autor, ele partiu das ilustrações de uma das edições que podemos julgar muito “avivadas” ou “remontadas”. As pinceladas, ainda bem visíveis na edição de 1943, desapareceram sob o efeito do polimento das cores, e muitos detalhes foram alterados.

Portanto, decidimos publicar esta nova edição do Pequeno príncipe a partir da edição norte-americana.