VISUALIZAÇÕES

18 janeiro 2016

Poema: "Lagoa", de Carlos Drummond de Andrade.

LAGOA

Eu não vi o mar.
Não sei se o mar é bonito,
não sei se ele é bravo.
O mar não me importa.

Eu vi a lagoa.
A lagoa, sim.
A lagoa é grande
e calma também.


Na chuva de cores
da tarde que explode
a lagoa brilha
a lagoa se pinta
de todas as cores.
Eu não vi o mar.
Eu vi a lagoa…



(Alguma poesia (1930), de Carlos Drummond de Andrade.)