VISUALIZAÇÕES

06 março 2016

Li e recomendo: "Educação pelo Argumento", de Gustavo Bernardo.



SINOPSE

É bom que se diga: as ideias expostas neste livro vão de encontro à grande parte das concepções que regem o sistema educacional brasileiro. 

Escritor e experiente professor universitário, Gustavo Bernardo propõe uma reflexão para defender a completa mudança de paradigma nas salas de aula do país. Apenas uma corajosa transformação, afirma, poderia corrigir um erro histórico que vem mutilando intelectualmente milhões de alunos brasileiros: a escola aqui não ensina a pensar.

Como afirmou o filósofo Bertrand Russell, ao contrário do que se acredita, ter uma opinião não é nada fácil. É preciso refletir muito, duvidar de explicações possíveis e encontrar um ponto de vista. Para Gustavo Bernardo, é apenas desenvolvendo o potencial argumentativo e reflexivo, exercitando o pensamento crítico através da escrita, que se pode aprender a operar com as ideias de forma consistente. 

A maioria das escolas ainda estaria longe de oferecer essa possibilidade. Pelo contrário, os equívocos no ensino e nos sistemas de avaliação ensejariam uma série de distorções, como o ato de colar e o plágio via internet. O resultado, denuncia o autor, está na tolerância do furto de ideias e na desonestidade intelectual. 

Educação pelo argumento vem sendo lido e discutido por professores de todo o país, gerando debates e inspirando novas experiências no ensino.